Sáb
13
Dez

Carta Pastoral do Natal de 2014

1:23 pm

images.jpg 

Porque um menino nos nasceu, um filho se nos deu,

o governo está sobre os seus ombros, e  o seu

nome será: Maravilhoso, Conselheiro,

Deus Forte, Pai da Eternidade,

Príncipe da Paz.” Isaias 9,6.

 

 

 

 

 Ao Povo e Clero da Diocese Anglicana de Brasília,

  

 Nós, o Bispo e o Clero, reunidos em nosso Retiro Espiritual de Advento, vimos juntos no mesmo sentimento que nos une no Tempo de Natal oferecer esta palavra, rogando a Deus para que seja uma palavra que nos motive, anime e renove a esperança e a fé na espera do momento do encontro com o Cristo Menino, o qual nos traz paz e nos desafia a viver o evangelho encarnado no mundo.

No trilho do caminho da missão, queremos juntos convocar todo o povo a buscar aprofundar-se na oração para agir, vivendo os desafios da missão que nos chama a ser uma igreja missionária, ser instrumento da propagação do Reino de Deus, anunciando e vivendo por palavras e atos o Evangelho. Uma igreja ousada e dinâmica na promoção da vida, servindo no amor, na fidelidade e na solidariedade, fortalecendo as comunidades locais.

Que o novo ano que se aproxima nos traga a novidade da renovação da vida, quando juntos vamos celebrar os primeiros 30 anos da Diocese. Rogamos que estejamos unidos na mesma oração “…Aviva, ó Senhor, a tua obra” Habacuque 3,2.

Nesse ano, para nós tão significativo, o Brasil inteiro debate a necessidade de mudanças no sistema político. Os movimentos sociais estão empenhados em mobilizar o povo para pedir ao Congresso que convoque um plebiscito oficial (já houve um popular, mas sem o necessário valor jurídico) e que vote pela elaboração de novas regras para o sistema político na Constituição brasileira. É importante que, como cristãos, demos nosso testemunho de interesse e participemos de modo mais profundo e efetivo nesse caminho pela justiça e por maior participação do povo nos destinos do país. 

Que possamos seguir ouvindo a voz do anjo sussurrando em nossos ouvidos trazendo a novidade da chegada do menino que será para todos nós Emanuel, Pai da Eternidade e Príncipe da Paz. Que possamos nos sentir nas mãos dEle, a qual nos aliviará todo o peso e nos oferecerá a leveza do caminhar para a vida ( cf. Mat 11,28-30).

Que o Amor de Deus nos una, e desejamos um abençoado Tempo de Advento e um Feliz Natal.

 Dom Mauricio e Clero Diocesano

img_9481.JPG

As dioceses que formam a Área Provincial III da IEAB - Brasília, Recife, Amazônia e Distrito Missionário - participaram, nos dias 10 a 13 de outubro, no Instituto São Boaventura, em Brasília- DF, do Indaba (diálogos) sobre “Famílias e Diversidade Sexual”. Esse foi o segundo encontro realizado - o primeiro aconteceu na Área I, em Curitiba, no mês de setembro  - para debater sobre familia sexualidade humana, atendendo  deliberação  do último Sínodo para que houvesse ampla discussão, em toda a IEAB, sobre o tema. 

Num clima de cordialidade e respeito pelas posições contrárias, o Indaba transcorreu em forma de “roda de conversas” a partir de exposições feitas por palestrantes convidados. A metodologia usada foi a da escuta, permitindo que todos se expressassem livremente, desde o primeiro momento, sem barreiras ou censuras, o que resultou num ambiente fraterno de diálogo entre os participantes. 

 O encontro começou na sexta, dia 10, com oração dirigida pela Diocese da Amazônia, utilizando a espiritualidade do labirinto, seguido de conversa sobre a situação atual das nossas comunidades/dioceses em relação ao tema proposto e, no final da tarde, celebração da Eucaristia por Dom João Peixoto, da Diocese Anglicana do Recife.

 No sábado, a primeira palestra foi do reverendo Miguel Cox, da Igreja Episcopal Cristã,do Recife, que abordou o tema proposto a partir das Sagradas Escrituras como princípio de autoridade na Igreja. Coube a ele apresentar uma visão do tema, defendendo entre outros pontos, a importância dos textos bíblicos para entendimento do tema.

 Após “roda de conversa” nos grupos, os participantes ouviram a palestra do professor André Musskopf, que abordou o tema a partir de uma leitura biblica na visão LGBT. Para ele, a causa da desestruturação atual das famílias é o modelo capitalista da sociedade. Defendeu, também, uma nova maneira de leitura da Bíblia que permita a inclusão de todas as pessoas,independente da sua orientação sexual. Para completar as exposições, a reverenda Lilian Conceição Lira, da Diocese Anglicana do Recife, falou sobre o tema da sexualidade a partir da visão de gênero, refletindo a partir da sua própria experiência na IEAB e DAR.

Coordenado pela equipe do Centro de Estudos Anglicanos (CEA), o Indaba da Área III reuniu cerca de 50 pessoas. A condução  metologica das plenárias foi do professor Paulo Ueti, da Diocese Anglicana de Brasília. As liturgias, elaboradas a partir da espiritualidade do labirinto, ficaram sob responsabilidade das dioceses e distrito missionário. O encontro foi encerrado, no domingo, dia 12, com a celebração da Eucaristia, presidida por Dom Maurício Andrade, bispo da Diocese Anglicana de Brasília.

Texto: Revd. Felix Batista Filho - Diocese Anglicana do Recife